Confissão #80

Capítulo 10 - Parte VI


Sobre os olhos rasos d'água


O mais triste é que sei que estou certa. Que um dia ele vai se arrepender e vai sofrer, por ter perdido um tempo no qual já poderia estar sendo feliz ou, pior ainda, por eu já não amá-lo mais. Isso me lembra a cena final de um filme, uma das versões de Romeu e Julieta. Ela acordava do sono induzido a tempo de vê-lo sorrindo para ela, e compreendia no momento seguinte que ele tinha tomado veneno. E ele, um segundo antes de morrer, desespera-se ao perceber que ela tinha acordado. E isto é o que mais me dói, saber que quando ele acordar vai ser tarde demais.

S. diz que tem medo, que não sabe o que sente, que não podemos nos precipitar. E eu não entendo o que ele quer dizer com precipitar; já não fomos até onde se pode ir? E sobre estarmos indo rápido demais... Eu queria que ele me dissesse qual é a velocidade permitida para o amor, qual é o ritmo certo? Ele não sabe, mas quer contar a passagem do tempo de maneira convencional, no arrastar dos dias, ou dos meses. Eu queria que ele me dissesse o que fez com o amor que dizia sentir por mim, porque eu também preciso dar um jeito no meu.

Sabe quando a gente percebe que ama mesmo? Quando é física a dor do abandono. Quando as incertezas do outro ficam grandes demais para caber dentro da gente, dentro da noite, dentro do choro, e saem dando pancadas para se expandir, abrir caminho. E o coração, ao invés de pedir para ser apenas retribuído, também pede um analgésico. Porque a dor parece caber inteirinha em cada milímetro da gente, dor concentrada, aguda e constante. Ele diz que sofre junto comigo e eu queria poder estancar a dor dele também. Não era ele quem dizia que ao meu lado tinha paz, que nunca tinha se sentido tão bem e sido tão feliz? Que eu o acalmava, lhe dava certezas, diminuía a dimensão dos problemas? Que na minha força ele era mais forte? O que ele fez com tudo isso que eu lhe dava?

Uma das coisas que eu mais gostava em S., além de me fazer sentir a melhor entre todas as mulheres, era a capacidade que ele tinha de me deixar à vontade. Eu nunca tinha experimentado isso antes; sempre tive que me adaptar, que ceder, que ser maleável. Com S. não; ele me amava do jeito que sou, como se eu estivesse sempre entre amigos verdadeiros que gostavam de mim sem que eu precisasse fazer algo para isso. Viver era uma festa que ele fazia questão de comemorar comigo a cada instante.

Ah, o medo!... Peço a Deus que livre S. do seu medo. E por que eu não consigo dizer apenas “azar o dele”, como já fiz tantas outras vezes? O amor devia ter um dicionário próprio, ou uma lei específica, de onde fosse abolido o medo. Proibido, por decreto. Cumpra-se e pronto!

5 Comments:

Blogger Vanessa Lampert said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

4/10/2006 09:26:00 AM  
Anonymous Vanessa Lampert said...

"Eu queria que ele me dissesse qual é a velocidade permitida para o amor, qual é o ritmo certo?"

Só o que eu sei é que, definitivamente, o tempo do amor não é o mesmo do relógio.

Gosto do teu texto intimista, verdadeiro, como se tirasse das entranhas aquilo que todo mundo um dia já sentiu. Peguei emprestado de uma amiga "Ao lado e à margem", mas já devolvi, há quase dois anos. Preciso comprar um para mim.

Beijos!

4/10/2006 09:27:00 AM  
Blogger Cunegundes said...

"Sabe quando a gente percebe que ama mesmo? Quando é física a dor do abandono." Lindo!!

Um beijo.

4/10/2006 03:47:00 PM  
Blogger Ana Maria Gonçalves said...

Vanessa, bom te ver por aqui ;-) Pois é, eu também acho que não existe nunca um ritmo não para o amor, e nem de amor para amor. Cada qual, cada qual, não é? E fico feliz que tenha gostado do livro.

Oi, Patrícia,. Obrigada. Sabe por que é mais fácil escrever sobre as coisas que doem? Porque elas não ficam apenas à flor da pele, não é?

Beijos,
Ana

4/10/2006 11:58:00 PM  
Blogger 日月神教-向左使 said...

成人論壇,080聊天室,080苗栗人,免費a片,視訊美女,視訊做愛,免費視訊,伊莉討論區,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,維克斯論壇,情色論壇,性感影片,正妹,走光,色遊戲,情色自拍,kk俱樂部,好玩遊戲,免費遊戲,貼圖區,好玩遊戲區,中部人聊天室,情色視訊聊天室,聊天室ut,成人電影,成人遊戲,成人文學,免費成人影片,成人光碟,情色遊戲,情色a片,情色網,性愛自拍,美女寫真,亂倫,戀愛ING,免費視訊聊天,視訊聊天,成人短片,美女交友,美女遊戲,18禁,三級片,自拍,後宮電影院,85cc,免費影片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,美女,成人圖片區,avdvd,色情遊戲,情色貼圖,女優,偷拍,正妹牆

5/04/2010 06:28:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home